Evidência no Tratamento Farmacológico da Cessação Tabágica

Autores

  • Ana Raquel Marques
  • Maria João Esteves
  • Alberto Pinto Hespanhol

DOI:

https://doi.org/10.35323/revadso.1120137

Resumo

Objectivos: O consumo de tabaco é a principal causa de morte evitável. O objectivo deste estudo é comparar a eficácia e a relação custo-eficácia dos vários tratamentos farmacológicos disponíveis para a cessação tabágica.

Fontes de Dados: Pubmed, sites da Organização Mundial de Saúde e da Direcção Geral de Saúde.

Métodos de Revisão: Foi realizada, na Pubmed, uma pesquisa sistemática de artigos publicados entre 2000 e 2010, nas línguas Portuguesa, Inglesa e Espanhola, usando os seguintes termos MESH: smoking cessation, tobacco, therapy, epidemiology, cost-effectiveness. Para avaliar o nível de evidência, foi utilizada a escala Strength-of-Recommendation Taxonomy da American Family Physician.

Resultados: A vareniclina é recomendada como sendo bem tolerada e eficaz como tratamento de primeira linha para a cessação tabágica, tal como a bupropiona e a Te- rapia de Substituição da Nicotina; antidepressivos, como a nortriptilina, são considerados de segunda linha.

Conclusões: A vareniclina é o fármaco mais eficaz e com melhor relação custo-eficácia. No entanto, os vários tra- tamentos farmacológicos disponíveis não têm um im- pacto uniforme em todos os fumadores. O tratamento deve ser adaptado às condições locais e culturais, e ajustado às preferências e necessidades individuais. 

Downloads

Publicado

2015-02-28

Edição

Secção

Investigação